ENFRENTANDO A CRISE: Wellington Dias, falando pelo Consórcio Nordeste, considerou acertada a decisão do Governo Federal em barrar vôos do Reino Unido e Irlanda do Norte

( Publicada originalmente às 12h36 do dia 24/12/2020) 

(Brasília-DF, 25/12/2020) A decisão do Governo Federal de barrar, temporariamente, os vôos do Reino Unido e Irlanda do Nordeste foi bem vista pelos governadores nordestinos.  A medida já começou a valer para este Natal.

Os governadores do Nordeste tinham enviado uma carta ao Ministério da Saúde e ao Planalto ainda no dia 22 de dezembro penindo essa providência face as. variantes do coronavirus identificadas nesses países. A portaria do Governo Federal foi publicada na noite desse dia 23 à noite, como já informou a Política Real.

Trecho da carta enviada pelo governadores falava das preocupações e fazia algumas sugestões.

“É com profunda preocupação que os governadores do Nordeste do Brasil recebemos a notícia de mutação do vírus causador da Covid-19 e da possibilidade que suas variantes sejam mais contagiosas e mais letais. Vimos respeitosamente sugerir a imediata suspensão de todos os voos diretos com origem ou destino no Reino Unido, Dinamarca, Holanda e Austrália”, destacou a carta assinada por Wellington Dias.

Os governadores do Nordeste veem a portaria como uma necessidade e medida importante para os protocolos de prevenção à saúde dos brasileiros. Antes do Brasil, diversos países já haviam proibido a entrada de voos que tenham passado por aeroportos britânicos.

“Os aviões funcionam como uma espécie de cavalo de troia, que nesse caso, trazendo dentro um inimigo – o coronavírus com mutação, pelo risco que causa em relação a crianças e adolescentes. Nada melhor do que evitar a importação dessa variação do coronavírus para o Brasil”, comentou W. Dias

A portaria proibindo os voos foi assinada por três ministérios, da Saúde, Justiça e Segurança Pública e Casa Civil, suspendendo a autorização de embarque para o Brasil via aérea e a entrada de estrangeiros por fronteiras terrestres e aquaviárias, com exceção do fluxo terrestre com o Paraguai.

O documento prevê que qualquer viajante que tenha passado pelo Reino Unido e ingresse no território brasileiro deverá permanecer em quarentena por 14 dias. E ainda que a partir de 30 de dezembro, viajantes internacionais terão que apresentar, na chegada ao Brasil, testes de PCR negativos realizados até 72 horas antes do embarque.

As restrições não se aplicam a brasileiro nato ou naturalizado; imigrante com residência de caráter definitivo no território brasileiro; profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional, desde que identificado; funcionário estrangeiro acreditado junto ao governo brasileiro; estrangeiro que tenha cônjuge, companheiro, filho, pai ou curador de brasileiro, ou que tenha ingresso autorizado especificamente pelo governo brasileiro ou portador de registro nacional migratório.

A portaria detalha, ainda, as situações em que o transporte de cargas é autorizado, bem como as restrições e exceções às quais estrangeiros vindos via terrestre e aquática estão sujeitos.

“Excepcionalmente, o estrangeiro que estiver em país de fronteira terrestre e precisar atravessá-la para embarcar em voo de retorno a seu país de residência poderá ingressar na República Federativa do Brasil com autorização da Polícia Federal”, estabelece a portaria. Nesse caso, ainda segundo o texto, o estrangeiro deverá dirigir-se diretamente ao aeroporto e ter em mãos uma demanda oficial da embaixada ou do consulado do país de residência, além de apresentar os bilhetes aéreos correspondentes.

( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)

Outras notícias

Após reunião com Júlio César, ministro Tarcísio Gomes de Freitas promete recursos para federalizar trecho na Transnordestina até 2.022

01/09/2020 às 19:42

( Publicada originalmente às 17 h 48 do dia 25/08/2020)  (Brasília-DF, 26/08/2.020) Após se reunir nesta terça-feira, 25, com o coordenador da Bancada do Nordeste, deputado Júlio César (PSD-PI), em seu gabinete no Ministério da Infraestrutura, o ministro Tarcísio Gomes de Freitas prometeu que os recursos necessários para federalizar o trecho entre a região do médio oeste do […]

BANCADA DO NORDESTE: Em encontro com Bolsonaro, Júlio César agradece empenho do governo federal que destinou mais de 35% dos recursos, neste momento de pandemia, ao Nordeste

20/01/2021 às 14:33

( Publicada originalmente às 18h49 do dia 19/01/2021)  (Brasília-DF, 20/01/2021) O deputado Júlio César (PSD-PI) agradeceu nesta terça-feira, 19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelo empenho, segundo ele, que o governo federal vem promovendo e que resultou, até o momento, na destinação de mais de 35% dos recursos, neste momento de pandemia, ao estados do Nordeste do […]

Ministério de Desenvolvimento libera recursos para saneamento; veja como será nos estados do Nordeste

21/12/2020 às 20:57

(Brasília-DF, 21/12/2020) Nesta segunda-feira, 21, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou que vai liberar R$ 829,8 milhões para a continuidade de obras de saneamento básico em todo o Brasil. Ao todo, serão beneficiados 236 projetos em 204 municípios do Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas […]

SEMIÁRIDO: Ao citar Euclides da Cunha, autor de “Os Sertões” que conta a história de Canudos, general Girão afirma que a região do semiárido precisa de 5 tipos de segurança para vencer os desafios

03/12/2020 às 20:51

(Brasília-DF, 03/12/2.020) Ao citar um trecho do livro “Os Sertões”, do escritor Euclides da Cunha que conta a história da guerra de Canudos que aconteceu há mais de 120 anos, o deputado General Girão (PSL-RN) afirmou nesta quinta-feira, 3, durante a abertura do Fórum de Desenvolvimento do Semiárido, que a região da caatinga precisa de cinco tipos […]

DESENVOLVIMENTO: Em publicação nas redes sociais, Rogério Marinho ressalta que desde que assumiu MDR, governo Bolsonaro concluiu 346 obras

26/11/2020 às 14:51

(Brasília-DF, 26/11/2.020) Em uma publicação nesta quinta-feira, 26, nas redes sociais (facebook, istagram, twitter e whatsApp), o ministro do Desenvolvimento Regional do governo do presidente Jair Bolsonaro, Rogério Marinho, ressaltou que desde que assumiu o comando da pasta ministerial, o governo brasileiro já concluiu 346 obras, retomou outras 20 que estavam paradas e contratou outras 11. […]

Notícias por estado
Apoiam esta ideia