Domingo, 24 de junho de 2018
» Busca interna
» Busca no Google
» Órgãos federais
» Governo federal
» Senado
» Câmara
» STF
» TSE
» STJ
» TCU
» Estados
» Alagoas
» Bahia
» Ceará
» Maranhão
» Paraíba
» Pernambuco
» Piauí
» Rio Grande do Norte
» Sergipe
» Políticos
Escolha o Partido
» Notícias via email
» Jornais online
» Últimas Notícias
Edvaldo Moura diz que extinção de zonas eleitorais "é danosa aos interesses da democracia representativa, ao eleitor e à Justiça Eleitoral"
20/09/2017 - 19:58h - Gil Maranhão.
(Brasília-DF, 20/09/2017) O vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado Piauí (TRE-PI) e membro da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), desembargados Edvaldo Moura, afirmou nesta quarta-feira, 20, em Brasília, que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de extinção de zonas eleitorais em todo o Brasil é danosa aos interesses da democracia representativa.

O desembargador piauiense foi uma das autoridades a participar do café da manhã promovido pela Bancada Parlamentar do Nordeste, na Câmara dos Deputados para discutir o tema.

Ele avaliou como positivo o encontro, que contou ainda com a participação do presidente da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), Jayme Oliveira, e representantes da instituição de vários estados.

Rezoneamento

"Foi positivo esse encontro, pois se debateu de forma exaustiva a questão do rezoneamento, que na verdade é a extinção de zonas eleitorais no Brasil", disse Edvaldo Moura, em entrevista exclusiva ao portal da Política Real.

O desembargou avaliou que essa Resolução do TSE "atinge de forma brutal os estados mais pobres da Federação, como o Piauí, e outros do Nordeste, criando uma séria de dificuldades para o eleitor e para a Justiça eleitoral como um todo.

Somente nos nove estados da região Nordeste estão previstas para serem extintas 600 zonas eleitorais.

"Medida danosa"

"Vejo essa medida do TSE, parece-me que concebida pelo ministro Gilmar Mendes, como danosa aos interesses da democracia representativa, aos interesse do cidadão, do eleitor daquele que vai ficar distante do juiz, com a extinção da zona, e, consequentemente um embaraço à sua vida, seu trabalho e seu atuar", enfatizou.

Na opinião de Moura, "é uma medida contempla os interesses nem do Piauí, nem do Brasil como um todo". O desembargador lembrou que o estado do Piauí perdeu 24 zonas eleitorais e 07 foram objeto de mudança de localidade.

"Nós sabemos que a Constituição Federal assegura a qualquer cidadão o princípio do acesso pleno e livre ao Judiciário, seja o eleitoral, o federal, o trabalhista ou à Justiça Comum", ressaltou.

"Acesso à Justiça"

"É um direito fundamental do cidadão tem pleno acesso a Justiça. Quando se extingue as zonas eleitoral, se cria dificuldade para esse pleno e livre acesso à Justiça", reforçou o desembargador.

- O senhor acredita que essa articulação que o Judiciário faz com o Parlamento, que é responsável pelas possíveis alterações no Orçamento da União, essa interação poderá fazer com que o Congresso mantenha uma dotação para que essas zonas eleitorais permaneçam, mesmo com essa resolução do TSE? – questionou a nossa reportagem.

"TSE vai refletir melhor"

"Eu vejo com bons olhos, e aplaudi, essa iniciativa do presidente da AMB, Dr. Jayme Oliveira, com o coordenador da Bancada do Nordeste, deputado Júlio César, que é um parlamentar ativo, que concebeu a necessidade desse encontro da bancada com os magistrados do Brasil", respondeu Edvaldo Moura.

"Eu acho que pelas manifestações dos senadores e deputados nordestinos, de juízes, desembargadores e presidentes de associações, e a inciativa de se criar uma comissão para irmos ao ministro Gilmar Mendes, o presidente do TSE vai refletir melhor e entender que isso é danoso aos interesses do Brasil e da Justiça eleitoral", concluiu.

(Por Gil Maranhão. Agência Política Real. Edição. Genésio Jr.)
Mais Notícias
08/05 | 16:16h - Genésio Araújo Jr.
Júlio César afirma que bancadas do Norte e Nordeste irão pressionar o governo pela retirada dos vetos presidenciais da lei de renegociação de dívidas rurais

15/03/2018 - 20:00h - Genésio Araújo Jr. (Brasília-DF, 15/03/2017) Em reunião com o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, nove parlamentares do Norte e Nordest...
15/03 | 18:56h - Gil Maranhão
Banco da Amazônia quer prorrogação de lei renegociar de débitos rurais, que vai beneficiar 15 mil produtores rurais do Norte

(Brasília-DF, 15/03/2018) O diretor de Crédito do Banco da Amazônia (Basa), Francimar Maciel, defendeu nesta quinta-feira, 15, a prorrogação da lei que trata da renegociação d...
15/03 | 18:55h - (Por Gil Maranhão
Presidente do BNB vê “grande desafio” regularizar dívidas de 517 mil produtores rurais ”e os credenciar para novos créditos”

(Brasília-DF, 15/03/2018) O presidente do Banco do Nordeste (BNB), Romildo Carneiro Rolim, afirmou nesta quinta-feira, 15, que as agências estão mobilizadas em todos os nove e...
15/03 | 18:55h - Genésio Araújo Jr.
Parlamentares do Nordeste e Norte debatem com Marun vetos do governo Temer ao Funrural e renegociação das dívidas dos agricultores

(Brasília-DF, 14/03/2018) Parlamentares que integram as bancadas do Nordeste e do Norte no Congresso Nacional vão discutir nesta quinta-feira, 15, com o ministro-chefe da Secr...
14/03 | 20:15h - Genésio Araújo Jr.
Face ação da bancada nordestina, inclusão de municípios de Minas Gerais e Espírito Santo na Sudene é adiada

(Brasília-DF, 28/02/2018) A possibilidade de inclusão dos municípios do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, e municípios do Estado do Espírito Santo na área de atuação da Super...
01/03 | 16:14h - Genésio Araújo Jr
Bancada nordestina não votou em bloco no caso dos aplicativos; só a bancada do Sergipe votou toda a favor de limitações

(Brasília-DF, 01/03/2018). A bancada nordestina na Câmara dos Deputados normalmente é decisiva em votações marcantes na vida do legislativo, porém no caso da regulamentação do...
» Áudio
ID:
Senha:

Apóiam essa idéia:
Bancada do Nordeste 2005 - Política Real - Todos os direitos reservados
Contato: redacao@bancadadonordeste.com.br