Terça-feira, 22 de agosto de 2017
» Busca interna
» Busca no Google
» Órgãos federais
» Governo federal
» Senado
» Câmara
» STF
» TSE
» STJ
» TCU
» Estados
» Alagoas
» Bahia
» Ceará
» Maranhão
» Paraíba
» Pernambuco
» Piauí
» Rio Grande do Norte
» Sergipe
» Políticos
Escolha o Partido
» Notícias via email
» Jornais online
» Últimas Notícias
Para Sudene, renegociação da dívida rural é "medida paliativa" e Nordeste precisa de "outros apoios" do governo federal
05/10/2016 - 19:09h - Gil Maranhão
(Brasília-DF, 05/10/2016) O titular da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene)., Marcelo Neves, disse que a Lei 13.340/16, sancionada na semana passada pelo presidente Michel Temer, que permite aos produtores rurais do Nordeste prejudicados pela seca e estiagem a renegociarem suas dívidas, é uma "medida paliativa".

Ele participou nesta quarta-feira, 05, participou do Café da manhã promovido pela Bancada do Nordeste no Congresso Nacional, no Anexo IV da Câmara dos Deputados.

Neves disse que lei não resolve, por si só, os problemas da região, e sugeriu sugere ao governo federal "outros apoios", como investimentos na na questão hídrica e na produção para produtiva amenizar a situação dos agricultores e impulsionar a economia na região.

Reunião da Bancada

O evento tratou da regulamentação na nova legislação, que é teve origem na Medida Provisória (MP) 733/16, e autoriza a renegociação das dívidas rurais dos produtores na área de abrangência da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Superintendência de Desenvolvimento do Norte (Sudam) junto de crédito foram feitas pelos agricultores junto ao Banco do Nordeste (BNB) e ao Banco da Amazônia (Basa).

A reunião também iniciou uma discussão sobre o fortalecimento do Departamento Nacional de Obras Contra as Seca (DNOCS), da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), além da Sudene, Sudam e do Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor) e da Amazônia (Finam).

"Medida paliativa"

- A renegociação da dívida dos produtores rurais do Nordeste pode impulsionar a economia na região? – perguntou um repórter.

"Olha, essa é uma das medidas paliativas. Nós achamos que é uma medida importante, é necessária. Ela atinge os contratos efetuados até 2011. É uma medida que veio para aliviar a situação de parte dos produtores rurais do Nordeste", declarou Neves.

O superintendente sugeriu a medida, que contempla apenas os produtores rurais que contrataram financiamento até 30 dezembro de 2011, fosse estendida para quem fez operações de crédito em outros anos, e também foram prejudicados pela seca.

"Nós gostaríamos que esse período se estendesse a mais anos, porque a seca continuou 2012 a 2016, e nós ainda estamos passando por um momento muito grave e difícil para o Nordeste", justificou.

Mais apoio do governo

Segundo Neves, a renegociação das dívidas dos produtores rurais por si só não resolvem o problema da região Nordeste.

"Precisamos de mais investimentos na questão hídrica, que no Nordeste é muito complicada, e precisamos de outros apoios do governo federal, em outras áreas", sugeriu o titular da Sudene.

Ele reforçou que o desconto no abatimento das dívidas rurais é escalonado, "tem diversas faixas e diversos tipos de contratos", e pode chegar até a 95%. Os pequenos e médios produtores rurais, são os mais atingidos (beneficiados) pela Lei 13.340/16, "porque a estrutura deles é menos, e são os que mais necessitam desse desconto".

Na visão de Marcelo Neves, apesar de ser um desconto grande, muitos agricultores nordestinos ainda terão dificuldades em pagar seus contratos com as instituições financeiras dívidas, "pois eles ficaram em situação muito difícil", em decorrência dos longos anos de seca – já são cinco anos consecutivos, prolongamento da estiagem.

Nordeste rural

Marcelo Neves destacou que o Nordeste tem uma grande contingente de produtores rurais envolvidos em diferentes atividades.

"O Nordeste é uma região eminentemente rural, ainda é a região do País que tem a maior população rural e nós temos a certeza absoluta que boa parte dos problemas sociais do nordestino está dentro do meio rural, daqueles que exercem a atividade"

A Renegociação

Quem tem dívida, o que deve fazer, caso queira renegociar? Esta pergunta feita por vários parlamentares foi esclarecida durante a reunião da Bancada do Nordeste pelo diretor do diretor do Banco do Nordeste (BNB), Romildo Rolim,

Segundo ele, a instituição já está instruindo as suas agências para operacionalizar a medida provisória convertida em lei, que foi sancionada pelo presidente Michel Temer, com tabela e percentuais e descontos para cada tipo de contrato efetivado pelos agricultores.

Segundo ele, tão logo o banco defina as condições, as agências estarão preparadas para atender os produtores emeles devem se dirigir ao banco e sentar, negociar, ver a relação de contratos que foram celebrados e ver exatamente onde se encaixam: quais são as faixas, os valores e os anos que em foram contemplados.

(Por Gil Maranhão – Agência de Notícias Política Real. Edição: Genésio Jr.)
Mais Notícias
25/07 | 20:05h - Gil Maranhão
Nova resolução amplia número de agricultores que poderão renegociar suas dívidas, diz Eunicio Oliveira

(Brasília-DF, 25/07/2017) "Mais uma luta que alcançamos a favor dos humildes agricultores do Nordeste brasileiro e de parte de Minas Gerais e até do Espírito Santo”. ...
25/07 | 20:04h - Bruna Pedroso.Edição: Genésio
Ministra Cármen Lúcia derruba liminar que suspendia as obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco

( Publicada originalmente às 18h 26 do dia 20/06/2017) (Brasília-DF, 21/06/2017) A bancada nordestina comemorou hoje a decisão da ministra presidente do Supremo Tribunal...
21/06 | 16:28h - Bruna Pedroso.Edição: Genésio
Bancada do Nordeste discute com Eunício Oliveira mais compensações nas dívidas rurais no Nordeste

(Brasília-DF, 14/06/2017) O presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (PMDB-CE), esteve reunido na tarde desta quarta-feira ,14, com representante...
15/06 | 12:26h - Gil Maranhão - Agência Polític
“Falta política que priorize o Nordeste”, reclama deputado Júlio César

06/06/2017 - 21:00h - (Brasília-DF, 06/06/2017) Em audiência pública realizada neste terça-feira, 06, na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rur...
06/06 | 23:50h - Gil Maranhão - Agência PR
Tasso Jereissati alerta: “Tem que haver um reconhecimento total nosso, dos políticos brasileiros, que nós erramos, e temos que refazer a nossa cultura”

05/06/2017 - 21:00h - (Brasília- DF, 02/06/2017) O presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), afirmou nesta quinta-feira, 1º, ao comentar sobre a possib...
05/06 | 21:19h - Edição: Genésio Araújo Jr
PEC da Vaquejada será promulgada pelo Congresso na próxima terça

(Brasília-DF, 05/06/2017) Nesta quinta-feira, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), anunciou que a conhecida “PEC da Vaquejada” , tecnicamente a Proposta de Eme...
» Áudio
ID:
Senha:

Apóiam essa idéia:
Bancada do Nordeste 2005 - Política Real - Todos os direitos reservados
Contato: redacao@bancadadonordeste.com.br